top of page

Próteses e órteses impressas em 3D no Quênia - como a manufatura aditiva contribui na qualidade de vida

Quando se trata de devolver a mobilidade e as condições de uma vida digna para as pessoas que sofreram com alguma amputação ou problema motor não é fácil, mas imagine isso em um país no qual ainda está em desenvolvimento e o acesso a certas tecnologias é limitado? Esse é o caso que queremos contar nesse post.


Sabemos o quanto a tecnologia e os recursos nos proporcionam acessos para uma vida mais facilitada, porém esse é um paradigma que, aos poucos está sendo quebrado pela manufatura aditiva. A capacidade de criar peças sob medida sem ônus de fabricação ou matéria prima realmente é um diferencial deste processo de manufatura e graças a essa condição, o acesso a peças feitas de acordo com uma necessidade específica não se tornam tão caras.


No mundo da saúde essa característica é FUNDAMENTAL - Cada corpo, cada uso, cada necessidade é singular e para que a solução seja de fato plena é necessário considerar todas as particularidades na hora de desenvolver uma prótese/órtese sob medida.


No Quênia, o projeto PROTHEA, vem trazendo uma iniciativa muito legal onde consegue proporcional peças a preço justo para quem normalmente não teria acesso a esse tipo de tecnologia.


Uma mulher com perna prostética impressa em 3D
Belinda Odhiambo mostra sua prótese impressa em 3D

Para a realidade do país, próteses confortáveis, de boa qualidade e ajustáveis são difíceis de encontrar, por isso este diferencial proporcionado pela impressão 3D é tão relevante.


Faith Njoki é uma das pessoas responsáveis por puxar este projeto e seu desejo sempre foi devolver dignidade e mobilidade as pessoas por um preço acessível, considerando que todas merecem conforto, mesmo onde os recursos são mais escassos ou menos acessíveis. Com essa iniciativa, Faith disse que devolve a qualidade de vida, quebrando preconceitos sobre o que uma pessoa amputada pode ou não fazer.


O custo dos modelos impressos em 3D variam entre 300 e 600 dólares. Já em modelos tradicionais feitos com outras tecnologias, os valores oscilam entre 1.000 e 7.000 dólares. Lembrando sempre da capacidade infinita de personalização sem impactar diretamente o custo.


Mais detalhes sobre o projeto, seu custo e suas operações podem ser conferidos no link: https://africa.cgtn.com/3d-printing-gives-kenyan-amputees-new-lease-on-life/

Este é apenas um exemplo de uma iniciativa que muda a vida das pessoas utilizando o melhor que a manufatura aditiva pode nos oferecer.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page